[SIN] KILLER: Março 2007

domingo, março 25, 2007

Entrevista com Anonymous ----


The Way of Total Armageddon Holocaust - Alive in Oslo.......

Nessa curta entrevista, Anonymous nos consta um pouco sobre sua real intenção com o Horde. E também comenta sobres os lançamentos, CD e DVD, assim como o show no Nordic Fest.

By Norman
Trad. Heder Osny


SK - Como você encara ser considerado o homem que introduziu o black metal na cena cristã?

HORDE - Essa nunca foi minha intenção. Minha intenção era levar a luz e a esperança para uma cena sombria. O Horde nunca foi um projeto para a cena cristã. Mas creio que tenha sido um lapso da minha parte pensar que passaria despercebido pela cena cristã. Não me entenda errado, eu sou muito feliz que o Horde tenha sido e continue sendo inspiração para músicos tementes a Deus, com certeza é uma grande bênção, mas a intenção original era levar a esperança à cena secular.

SK - Você acha que bandas cristãs devem se denominar unblack metal? Ou black metal já é o suficiente para você?

Horde - O verdadeiro black metal é macabro, sombrio, e possui fortes ideologias anticristãs. Acho que a maioria dos verdadeiros fãs e músicos de black metal concordam comigo. Não é apenas o som da música, mas também o sentimento sombrio que a envolve e com o qual você tem contato quando ouve ou lê as letras. Pensando assim, eu não creio que cristãos possam fazer black metal verdadeiro. O Horde toca Holy UNBLACK metal, não TRUE BLACK METAL.

SK - Você chamou a atenção dos cristãos ao seu respeito novamente quando tocou com o Horde no Nordic Fest. Pode nos contar sobre esse show?

HORDE - Foi uma verdadeira honra para o Horde tocar no Nordic Fest. Nós tocamos nove músicas do álbum e mais a intro. O Paal da Nordic Mission foi excelente por nos arranjar esse show(N. do T.: Paal AINDA é o cara!). Foi um show bem simples. Direto, rápido e brutal, e o CD e DVD ao vivo deverão sair em breve, para que todos possam experimentar o primeiro e único show do Horde.

SK - E o que você nos diz sobre novo material do Horde?

Horde - Não haverá nenhum material novo, apenas o CD e DVD ao vivo com dez músicas do Hellig Usvart.

SK - Como anda hoje em dia sua amizade com Steve Rowe?

Horde - Eu tenho uma boa amizade contínua com Steve.


SK - Steve Rowe se mostrou empolgado com o fato de que o Horde estava tocando ao vivo. Ele te ajudou no álbum do Horde?

Horde - Steve não se envolveu. O Andrew do Paramaecium me ajudou muito com o álbum ao vivo do Horde, bem como muitas outras pessoas e outros músicos excelentes.

SK - Por fim, deixe uma mensagem para os fãs brasileiros. Muito do black metal cristão feito no Brasil é influenciado pelo Horde. O que você diz a respeito?

Horde - Estou feliz que o Horde seja influência e inspiração para as bandas brasileiras levarem a esperança e a fé para um mundo sem fé. Vão em frente e continuem levando a mensagem do Todo-Poderoso Cristo ao mundo. Lembrem-se, as pessoas não são nossas inimigas, apenas as forças espirituais das trevas são. Bençãos e saudações!

http://www.myspace.com/jaysiewaysie

domingo, março 18, 2007

Anjos de Salém - Metal from Belém.

Flyer:. Anjos de Salém

Os metalheads, [conterrâneos do pioneiro Corsário] da banda Anjos de Salém, depois de lançarem a demo, Dia do Armagedom, feito alguns shows ( Um deles, como open act do Shamaan) agora estão praticamente prontos pra lançar seu primeiro full. Para quem ainda não ouviu o som deles, no myspace, tem 3 músicas, num estilo power metal, e influenciados por bandas como Stauros, Sacred Warrior. "Espero que eles incluam a música 'Dia do Armagedom' nesse material novo, porque essa música deve pertencer a um álbum cheio e não uma demo. A música título do novo álbum, A Saga, está no myspace. A capa do álbum está sendo feita por Gustavo Sazes (Eterna, Tribuzy, Imago Mortis e União). Não deixe de conferir o myspace deles, para outras informações. Stay Tuned, bang your head with the Angels!

Eterna comenta 'boatos' sobre sua mudança para o meio secular

Como todos sabém, o Eterna é uma banda formada por católicos. O maior representante do 'catholic metal' no Brasil, sem dúvida é o Eterna. Numa entrevista para um portal Católico [Águias da Paz] eles falam do fato da banda ter se tornado secular e também sobres seus últimos lançamentos.
Para conferir a entrevista,
click aqui

domingo, março 11, 2007

Frontman do Napalm Death fala sobre a 'cegueira' causadas pelas as religiões.

O frontman 'Barney' do Napalm Death, conhecidos como os forefathers do death metal e grind, fala o que pensa sobre as religiões.
Norman

Veja o txt na íntegra e dê sua opinião -
Em entrevista publicada nesta semana pelo site Imhotep, o vocalista Barney Greenway (foto), do Napalm Death, voltou a atacar a "cegueira" das pessoas causada pelas religiões nas sociedades mundiais."O mundo está fundamentado em princípios religiosos estabelecidos há muito tempo, mesmo que a gente nem pense muito sobre isso. Porém, do jeito que as coisas andam, uma hora as pessoas vão peceber sozinhas que isso não está funcionando. Religião não encoraja a paz, pois, na verdade, ela incentiva as divisões e julgamentos morais. E isso claramente não está mais funcionando", defende o vocalista. "O ser humano está sendo empurrado para um canto e levado a perder a crença em sua própria força. Nós precisamos acreditar em 'terceiros' para justificar nossa existência, mas ainda somos perfeitamente capazes de fazermos nossas próprias escolhas. As pessoas não podem se expressar livremente em alguns lugares por causa da religião."Barney também não simpatiza com o conceito de espiritualidade. "Eu não tenho interesse em espiritualidade, em colocar toda a responsabilidade em entidades etéreas, sejam elas quais forem. Eu não tenho problema algum com quem segue alguma religião, mas porque elas é quem devem governar o mundo? Quando você não confia em si mesmo, tende a perder a afinidade com tudo que o envolve", defende Barney. "Religião é superioridade, tem a ver com um grupo que se acha superior a outro grupo em termos morais. E isso sempre vai trazer problemas."
Fonte - Rock Brigade

O Napalm Death já tacou com o Mortification, num festival muito popular chamado, With Full Force. Ambos do mesmo selo secular, o major Nuclear Blast.

Heel - Sangue 'prog metal' na Rivel Records

Entre os novos contratados da Rivel Records, selo do vocalista Christian Rivel [Narnia/DivineFire], está a nova banda Heel. Quanto ao fato de ser uma nova banda, a história real, não é bem assim... No LineUp do Heel, tem um cara bem conhecido do publico heavy metal. O vocalista David Henriksson, era Insania, ele deixou o Insania, após gravar o excelente Sunrise In Riverland. David passou por um periúdo depressivo em sua vida, e isso o tirou de cena, mas ele agora reaparece, pra dizer que a música o torna forte. Parte do track list, foi escrito por David e a música 'Can´t Love Everyone' fala das coisas que causou sua depressão. O nome do primeiro trabalho, Evil Days, está praticamente pronto pra sair. O track list são: Always, Blood sacrifice, Can’t love everyone, Evil days, Heel, No longer in darkness, Northern light, Paradise StayTake your way e Turn your back on me. Os trechos dessas músicas, já estão disponível no site. Para outras informações, check o site do Heel - http://www.heelsite.com/

sábado, março 03, 2007

Stryper na Roadie Crew de Março/2007


Confiram a entrevista com o Stryper na Roadie Crew de Março.
Por Thiago Sarkis.
Com inúmeras músicas e álbuns clássicos, um lendário EP, The Yellow And Black Attack! (1984), e uma trajetória nada convencional, o Stryper firmou seu nome dentre as bandas mais marcantes, polêmicas, e inventivas do Heavy Metal. Em vinte e três anos de carreira, o quarteto norte-americano ousou de todas as formas possíveis; dos títulos curiosos de seus CDs, como To Hell With The Devil (1986), a Bíblias atiradas ao público durante os shows, e capas controversas como a de In God We Trust (1988). Uma fórmula que parecia fadada ao fracasso, mas que deu certo, resultando em mais de dez milhões de discos vendidos em todo o mundo. O sumiço na década de noventa e a maneira como se reinventaram no novo milênio com o álbum Reborn (2005) também fazem parte desta curiosa trajetória, que só poderia render muitas e ótimas histórias. Quem nos conta tudo com informações inéditas e minuciosas é o vocalista e líder do grupo, Michael Sweet.
Capa :. Torture Squad.
Foto antiga do Stryper, encontrada na net, para ilustrar o txt acima.
http://www.roadiecrew.com.br/

Ex Majestic Vanguard com projeto...

Nordic Mist - ."Highlander"
O sueco, Mark E Gunnardo , canta, toca, escreve e produz. Ele tem um projeto chamado Nordic Mist, que você pode ouvir no myspace.
Mark espera encontrar músicos, para que possa formar uma banda, mas enquanto isso, Nordic Mist continua como um projeto. Mark assumiu os vocais no Majestic Vanguard, quando o vocalista esteve doente.
Os fãs de power metal, deve ir até o myspace, conferir as músicas do Nordic Mist, um estilo, que deve agradar os fãs de power metal, de todo o mundo.
http://www.myspace.com/markegunnardo

sexta-feira, março 02, 2007

Edição especial do fanzine Heaven's Metal

A edição do fanzine americano, Heaven's metal do mês de Março/Abril, a capa, são com fotos do leitores e assinantes . Para quem não sabe, o fanzine, heaven's metal, é a maior publicação de metal cristão especializada. Apesar de ser uma fanzine, o conteúdo é totalmente profissional. E o material vão desde banda meantream, indie, underground. A cena, aqui tem vida longa. Não esquecendo, o fanzine 'já foi' uma revista.
http://www.heavensmetal.com/

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog